quarta-feira, 2 de maio de 2007

Casa de Porto de Rei

CASA DE PORTO DE REI
Na freguesia de S. João de Fontoura, junto ao rio Douro, zona de encostas e socalcos podemos encontrar um dos mais belos palácios do concelho de Resende, talvez mandado construir no século XVI, por Luís de Oliveira. Estamos a falar da “Casa Grande de Porto de Rei”, também chamada “Casa Grande”.
D. Maria Clara de Carvalho e Abreu, proprietária da Casa de Porto de Rei, no século XVIII e seu irmão, José Carvalho e Abreu que foi Chanceler da Índia, mandaram-na reconstruir e ampliar, fazendo dois torreões de grande beleza.
D. José de Carvalho e Abreu foi sepultado quando morreu, em 1743, na capela do palácio, num túmulo de mármore.
Palácio de grandes dimensões. É constituído por rés-do-chão e andar nobre. Do lado poente a capela de S. António, benzida em 29 de Março de 1746 pelo Bispo de Lamego, D. Frei Feliciano de Nossa Senhora. Esta capela é uma reconstrução da anterior que já devia existir no século XVI, mais pobre e tudo leva a crer noutro local.
Na fachada frontal, do lado poente, está o brasão de armas dos antigos solares, com os Macedos, Melos, Carvalhos e Abreus.
No interior do palácio existem diversos salões, com tectos riquíssimos de madeira de castanho, formando variadas figuras geométricas e uma grandiosa cozinha com descomunal chaminé, toda em pedra.
Parte da casa do lado poente pertence hoje ao Dr. João Afonso de Melo Miranda Mendes que procedeu recentemente a grandes reparações.
A quinta, que pertenceu a D. Madalena Macedo, está hoje na posse de várias pessoas estranhas à família, bem como a parte do palácio voltado a nordeste.
Dada a construção do cais de Porto de Rei, este solar pode ser um polo de atracção turístico para todo o Concelho de Resende. Dizem que o palácio tem tantas janelas quantos os dias do ano. Diz a lenda que era neste solar que D. Afonso Henriques se hospedava quando vinha a Cárquere, por ser Porto de Rei um lugar de desembarque.

6 comentários:

felicidaderesende disse...

A Casa Grande de Porto de Rei perence á familia CHIBANTE foi legada por testamento pelo Sr João Chibante.

Neste momento esta abandonada pois que o referido testamento designa a familia como herdeiro e nunca foram feitas partilhas,a familia é grande e esta disperça por isso o motivo do abandono, embora haja quem esteja a tomar conta da mesma.



Felicidade Chibante

Demóstenes disse...

É uma pena que casas destas, com estas caracteristicas e este tipo de localização, não se constituam polos de interesse turístico e cultural.

felicidaderesende disse...

Gostaria de contactar com alguém de Porto de Rei,se conhecer agradeço me informe pois poderia prestar informações úteis para a Terra e seus habitantes



Felicidaderesende@gmail.com

vitorsalgado disse...

essa é a casa da minha mãe
ADILA AUGUSTA SALGADO
SALGADO DE PARTE DO MEU PAI
SIM SOU UM CHIBANTE LEGITIMO

EU SOU O VICTOR MANUEL SALAGADO E MORO NO PORTO MAS SEI AS MINHAS ORIGENS

UM ABRAÇO A TODOS OS CHIBANTES E TENHO MUITO ORGULHO NAS MINHAS ORIGENS

vitorsalgado disse...

essa é a casa da minha mãe
ADILA AUGUSTA SALGADO
SALGADO DE PARTE DO MEU PAI
SIM SOU UM CHIBANTE LEGITIMO

EU SOU O VICTOR MANUEL SALAGADO E MORO NO PORTO MAS SEI AS MINHAS ORIGENS

UM ABRAÇO A TODOS OS CHIBANTES E TENHO MUITO ORGULHO NAS MINHAS ORIGENS

Unknown disse...

Meu avô, Antonio Coutinho da Silva, era natural de São João de Fontouro, sendo que no início do sex. XX emigrou ao Brasil com toda a família. Have4ia ainda nesta localidade alguém com esse sobrenome? Quem souber, por favor, duga-me através do email belobarroco @gmail.com
Obrigada
Roseli Santaella Stella